Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Têxteis procuram mercados alternativos na Rússia e EUA

27 de Maio de 2013

A Conforto e Sonhos, uma empresa recém-criada, na sequência da extinção da marca Manhas Têxteis, “espera facturar em breve 100 mil euros e está à procura de mercados alternativos ao espanhol e holandês, que estão em baixa, entre os quais o russo e o americano”, diz o gerente, Jorge Manha.

A unidade industrial, com sede em Minde, no distrito de Santarém, dedica-se aos têxteis-lar, com destaque para as mantas de malha 100% algodão convencional, 100% algodão ecológico e em lambswool. O objectivo da Conforto e Sonhos, criada no segundo semestre de 2012, é que 90% do volume de negócios seja conseguido através das exportações.

A empresa sucede à Manhas Têxteis, que chegou a facturar 60 mil euros e iniciou a actividade em Dezembro de 1962, com o nome Josafil. Nos 14 anos seguintes, a produção centrou-se na fabricação de mantas regionais de trama, confeccionadas em teares manuais de madeira, e de camisolas em máquinas manuais.texteis conforto sonhos

Na década de 90 inicia-se o processo de substituição dos equipamentos antigos por máquinas mecânicas e, até 1999, como parte de um processo de segmentação de público, a confecção cinge-se à produção de têxteis para criança. Em Dezembro de 1999, Américo Manha e Jorge Manha, mudaram a designação social da Josafil para Manhas Têxteis e, em 2012, para Conforto e Sonhos, como estratégia de diferenciação.

“Em paralelo com o aumento de produção assistiu-se, a partir de 2001, à substituição do equipamento mecânico por electrónico, associada a uma melhoria dos processos de trabalho e, consequentemente dos produtos. Este processo culminou em 2002 com a obtenção de maquinaria de última geração”, explica Jorge Manha.

A partir deste momento a empresa concentrou a sua produção em têxteis-lar, em concreto num nicho de mercado de mantas e almofadas em malha.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!