Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Papeleira nacional constrói mega-projecto em Moçambique

19 de Julho de 2013

A Portucel está a investir 1,75 mil milhões de euros em Moçambique, num projecto com as componentes florestal, industrial e de produção de energia, incluindo a fabricação de pasta de papel, pasta de celulose e madeira transformada.

O objectivo do grupo português é começar a exportar a produção nos próximos nove anos, podendo as vendas no exterior chegar aos 761 milhões de euros anuais.

A empresa é líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos e a sexta a nível mundial. É também o maior produtor europeu e o quinto a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto BEKP.

portucel-nurseries

Viveiro de eucaliptos. Neste momento, a empresa está a proceder à massificação florestal no seu projecto em Moçambique

O grupo Portucel Soporcel encontra-se entre os três maiores exportadores em Portugal, representa 1% do Produto Interno Bruto Nacional (PIB) e 3% das exportações nacionais de bens. As suas vendas têm como destino 113 países nos cinco continentes, com destaque para a Europa e os EUA.

Em Moçambique, a actividade industrial deverá começar antes de 2022 e o investimento de 1,75 mil milhões de euros será concretizado até 2025. Após a fase de testes no terreno, decorre o processo de massificação das plantações, para que a base florestal esteja concluída o mais rapidamente possível.

Este projecto culminará com a construção de uma fábrica de produção de pasta de celulose com uma capacidade anual de 1,3 milhões de toneladas.

A empresa exportou, no primeiro trimestre do ano, 277,6 milhões de euros (78% do total), o que representa um crescimento 1,1% em relação ao período homólogo de 2012. Em Portugal, gera mais de 2 200 postos de trabalho directos.

 

 

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!