Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Tecnológica quer facturar 85% nas exportações

21 de Fevereiro de 2014

A consultora tecnológica Safira obteve 10,9 milhões de euros de volume de negócios no ano passado, um crescimento de 54% face ao ano anterior, e prevê superar os 14 milhões de euros em 2014, dos quais 85% serão conseguidos com exportações.

No seu melhor ano de sempre, implementou projectos em 15 países de quatro continentes, como Angola, Suíça, Emirados Árabes Unidos, Alemanha, França, Chile, Dinamarca, Colômbia, Bélgica, Equador, EUA e Irlanda, além dos mercados onde tem escritórios próprios (Portugal, Polónia, Reino Unido e Espanha).

alexandrecorreia_pedropenedo_luisantonio_safira

Alexandre Correia, Pedro Penedo e Luis António

No ano passado registou mais de 60 clientes activos, com novos projectos desenvolvidos em áreas como a banca na Colômbia, os seguros em Portugal e Reino Unido, e a administração pública em Angola.

O negócio internacional representou 75% das vendas da empresa (em 2012 tinha um peso de 61%). O Reino Unido é o país mais representativo na receita da Safira, contribuindo com três milhões de euros.

A marca está cada vez mais focada nas áreas de Business Process Management, Operational Decision Management e Mobilidade de Processos, e é reconhecida como um dos grandes players mundiais em tecnologia IBM, que representa 72% da sua receita.

A Safira quer reforçar a actividade no Reino Unido, apostar no mercado dos EUA, e estudar a possibilidade de dispersão de capital na bolsa NewConnect em Varsóvia, para potenciar o crescimento inorgânico em 2015.

A empresa contava em Dezembro com uma equipa de 175 colaboradores, que prevê reforçar até ao final do ano com 70 novos elementos, 50 em Portugal e 20 na Polónia.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!