Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Tecnológica portuguesa factura 10% em Angola e Moçambique

25 de Julho de 2013

A tecnológica portuguesa F3M, presente em nove países, estima que o negócio nos mercados angolano e moçambicano – está em África desde 2007 – ultrapasse ainda este ano os 10% do volume de facturação da F3M Portugal.

Com mais de 100 colaboradores, entre Braga, Lisboa, Luanda e Maputo, “é uma das melhores empresas para trabalhar em Portugal” contando com mais de seis mil clientes. Está presente em Angola, Moçambique, Alemanha, França, Espanha, Luxemburgo, Brasil, Botswana e Zimbabué.

“É uma empresa madura e internacional, que cresceu sustentadamente. Partimos de Braga para o mundo sempre com a convicção de que continuaremos a investir nos nossos recursos humanos e na região que nos acolheu”, afirma Pedro Fraga, administrador da F3M.F3M

O grupo obteve em 2011, bem como em 2012, um volume de negócios de 5,2 milhões de euros, prevendo atingir uma facturação próxima dos seis milhões de euros no final do ano.

Líder de mercado nos sectores social e das ópticas, a empresa de Braga lançou este ano uma nova solução tecnológica para a gestão de talentos no futebol, o TalentSpy.

Esta solução permitirá alargar a presença da empresa a países como Inglaterra, Irlanda, Escócia, Holanda, Ucrânia, China, Argentina, África do Sul e Qatar.

A F3M, fundada há 26 anos, é uma das maiores empresas portuguesas especializadas em Tecnologias da Informação e Comunicação.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!