Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Tecnológica investe na educação e comércio em Moçambique

22 de Agosto de 2013

A tecnológica portuguesa F3M alargou a sua actuação em Moçambique às áreas da educação, indústria e comércio, revelou esta quinta-feira a empresa de Braga, que está presente em nove mercados internacionais.

“A actividade em Moçambique remonta a 2008 e temos procurado trazer para este mercado soluções de referência para os sectores de actividade mais estruturantes na reconstrução e consolidação nacional”, explica João Almeida, gestor de mercados internacionais da F3M.

A F3M Moçambique desenvolve desde projectos à medida, passando por software para sectores específicos (por exemplo, construção, imobiliário e óticas), até ao desenho e implementação de infra-estruturas tecnológicas e de software de gestão.f3m

Em Portugal, é líder de mercado nos sectores social e das ópticas. Tem 115 colaboradores, em Braga, Lisboa, Luanda e Maputo, e está presente em nove países: Angola, Moçambique, Alemanha, França, Espanha, Luxemburgo, Brasil, Botswana e Zimbabué.

O grupo obteve em 2011, bem como em 2012, um volume de negócios de 5,2 milhões de euros, prevendo atingir uma facturação próxima dos seis milhões de euros no final do ano. O negócio nos mercados angolano e moçambicano deverá ultrapassar os 10% do volume de facturação em Portugal.

Entre 26 deste mês e 1 de Setembro está representada na 49ª edição da Feira Internacional de Maputo, especializada em tecnologias de informação, que se realiza em Marracuene.

A F3M, fundada há 26 anos, é uma das maiores empresas portuguesas especializadas em tecnologias da informação e comunicação.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!