Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Tecnológica aposta em África e novos programas

2 de Maio de 2014

A F3M Information Systems foi fundada em Julho de 1987, em Braga, por quatro recém-licenciados em engenharia de sistemas e informática. O primeiro escritório da empresa tinha 15 metros quadrados. Hoje ocupa um edifício construído de raiz, com 1.650 metros quadrados de área coberta, implantado num terreno com o dobro do espaço.

A tecnológica conta agora com uma equipa de 115 colaboradores, a trabalhar em Braga, Lisboa, Luanda e Maputo. Além de Angola e Moçambique, onde criou empresas, as soluções da F3M já chegaram a países como a Alemanha, França, Espanha, Luxemburgo, Brasil e Botswana. O mercado africano terá representado no ano passado mais de 10% do volume de facturação da ‘casa-mãe’.

No princípio da actividade, a marca de Braga apostou no desenvolvimento de software específico, numa filosofia à medida, como contraponto às empresas existentes na época. Posteriormente, decidiu apostar numa filosofia de nichos de mercado, mantendo também o desenvolvimento de projectos à medida. Cinco meses após a fundação da F3M Software, foi criada uma estrutura para a comercialização de soluções de hardware e de software de gestão – a BIT – Soluções de Informática.F3M interior

A F3M chegou ao Sul do País em Maio de 2005, com a abertura de um escritório em Lisboa, cujo principal objectivo é a comercialização directa do seu software e de hardware na região da capital.

A entrada nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) aconteceu em 2007, obrigando a marca a reorientar os seus produtos para as especificidades dos mercados moçambicano e angolano.

Em Julho de 2011, o fundador e administrador Pedro Fraga adquiriu a maioria do capital social da empresa e assumiu a sua liderança.

Há 26 anos no mercado, a F3M é uma das maiores empresas portuguesas especializadas em tecnologias de informação e comunicação. Com uma estrutura única e global, concebe, desenvolve e implementa software para mercados verticais – economia social, ópticas, indústria têxtil e do vestuário, construção civil e imobiliário. E fornece também soluções tecnológicas como infra-estruturas, telecomunicações e software de gestão, além da prestação de serviços de consultoria TI.

 “Marca alarga actuação ao segmento desportivo”

F3M Pedro fraga

Pedro Fraga, CEO da empresa

“A F3M desenvolveu e lançou no mercado o ‘Football Talent Spy’, um software para ‘scouting’ no futebol, único em Portugal e que pelas suas características exclusivas tem vindo a destacar-se no plano das aplicações móveis. A marca alarga assim a sua actuação ao segmento desportivo, contando chegar a muitos outros países, como é o caso da Inglaterra, Irlanda, Escócia, Holanda, Ucrânia, China, Argentina, África do Sul e Qatar.

Desenvolvido em parceria com profissionais do futebol, o ‘Football Talent Spy’ é utilizado tanto por profissionais, como por simples adeptos do desporto rei e vem fundir as componentes técnicas e emocionais em torno de um factor comum, que é a procura pelo talento escondido.

Sentimos que no mercado havia necessidade de um software que facilitasse a gestão dos talentos que os olheiros procuram e que reunisse informação completa e detalhada associada ao processo de ‘scouting’. É uma área com um potencial enorme e a ferramenta vem trazer uma maior credibilização e organização”. – Pedro Fraga, CEO da empresa.

F3M

Sede: Braga

Sector de actividade: tecnologias da informação e comunicação

Início da actividade: 1987

Número de trabalhadores: 115

Volume de negócios: 5,2 milhões de euros

Volume de negócios na exportação: 550 mil euros (2012)

 

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!