Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Produtos da lusofonia exportados de Águeda para o mundo

28 de Novembro de 2013

Os produtos alimentares são, provavelmente, dos bens que mais ligam os portugueses emigrantes e luso-descendentes à sua terra natal. É por isso que as exportações nacionais nesta área não páram de crescer, como aconteceu nos primeiros seis meses do ano (11,4%), pese embora não tenham já como destino apenas o chamado mercado da saudade.

Não admira que a competitividade neste sector seja, também, cada vez maior com o nascimento ou a afirmação de novas empresas, como é o caso da Ascensão Silva-Produtos Alimentares, que “aposta no mercado da saudade, mas não só, porque quer cativar também o gosto dos naturais de cada país de acolhimento dos portugueses”.

ascensao silva

Ascensão Silva

A empresa começou a investir nos mercados internacionais em Setembro de 2005, na sequência de uma doença que afectou a fundadora da marca. “Este passo em frente aconteceu fruto de uma situação de desemprego surgida após 13 meses a lutar contra um cancro de mama, felizmente superado”, lembra Ascensão Silva, apostada em divulgar a sua empresa nas grandes feiras de produtos alimentares e bebidas, como aconteceu já este ano em Lisboa.

A empreendedora começou sozinha o projecto de exportação/importação de produtos alimentares portugueses e brasileiros, mas hoje a Ascensão Silva já garante quatro postos de trabalho em permanência. Nas épocas de embalagem de frutos secos e amêndoas confitadas, o quadro de pessoal é aumentado com seis trabalhadores, qualificados para esse tipo de tarefa e “para que todos os produtos cheguem na melhores condições de acondicionamento a qualquer parte de Mundo”, como salienta Ascensão Silva. Já exporta para a França, Alemanha, Reino Unido, Itália, Holanda e África do Sul.

“Temos o prazer de comercializar o melhor que há de produtos alimentares portugueses  e de origem lusófona, como bens alimentares brasileiros, cabo-verdianos e de outros países”, destaca a empresária, salientando “o crescimento acentuado na área das exportações, que neste momento representa quase 100% do volume de negócios de meio milhão de euros que pensa atingir no final do ano”.

“Estamos certos de que a nossa humildade, honestinade e competência levarão a marca de qualidade da Ascensão Silva e o nome de Portugal a muitos mais cantos do mundo”, conclui a empresária de Águeda.ascensao silva baixo

Desde a charcutaria aos doces passando pelos cabazes de Natal

A Ascensão Silva exporta produtos regionais portugueses como frutos secos, cabazes de Natal, amêndoas de Páscoa, queijo, charcutaria, azeite, azeitonas, pickles, mel e compotas.. Entre as marcas brasileiras que importa contam-se a Yoki, Combrasil, Dafruta, Palmeiron, Camil, Kitano e Vale D’ouro. A empresa está também a implementar uma área de trading, para melhor corresponder às necessidades dos seus clientes.

Ascensão Silva

Sede: Paredes, Águeda

Sector de actividade: exportação/importação de produtos alimentares

Data de fundação: Maio/2005

Número de trabalhadores: 4 a 10

Volume de negócios: 500 mil euros

Volume de negócios na exportação: 97%

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!