Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

“Temos produtos magníficos para dar a conhecer ao mundo”

29 de Junho de 2013

“Uma semana após ter chegado a Trondheim consegui, com o apoio de familiares e do chefe Thomas Eidsaune, arranjar emprego num dos melhores restaurantes da cidade, o Emilies, aberto há 12 anos.

Aos 40 anos posso dizer que atingi um dos objectivos que tinha desde muito cedo, trabalhar numa cozinha gastronomicamente evoluída, num conceito ecológico e de respeito pelos produtos locais. Passar uma semana no restaurante Maaemo, em Oslo (duas estrelas Michelin e Melhor Restaurante da Escandinávia 2012), e poder observar e trabalhar lado a lado com os chefes Esben Holmboe e Peter Johansen foi fantástico.

Quando cheguei à Noruega, há 10 meses, encontrei, como cozinheiro, um país que respeita os seus produtos e as suas tradições. Em primeiro lugar estão os seus produtos e fazem disso bandeira de honra.

O governo norueguês protege os seus lacticínios, agricultura e carnes, colocando impostos superiores no que é importando. Os produtos que eu encontro aqui não são melhores, nem piores, do que em Portugal. Mas o nosso o objectivo deve ser o de proteger o que é nosso e divulgá-lo pelo mundo.

Pedro Pereira, Chefe no restaurante Emilies, Trondheim, Noruega.

Pedro Pereira, chefe no restaurante Emilies, Trondheim, Noruega.

Quando trago produtos de Portugal e os dou a provar, os meus colegas de trabalho gostam. Sobre a morcela de Montalegre disseram-me que era o melhor chouriço que já tinham provado!

Por isso, penso que deve haver um maior enfoque dos produtos portugueses nos países escandinavos. São povos que têm dinheiro e gostam de consumir o que é bom. E Portugal tem produtos magníficos que devem ser mais dados a conhecer ao mundo.

Enquanto me encontrar a trabalhar fora do país, farei tudo o que estiver ao meu alcance para promover os nossos produtos. Desde a flor de sal, passado pelos magníficos queijos e o azeite, até aos enchidos.

Aventura começa em Luanda

“A minha experiência em cozinha é recente. Para trás ficaram 11 anos na área de vendas, com um bacharelato em Engenharia, que ainda hoje muito me ajuda. E não posso deixar de referir o eng.º Carlos Neffe, que me marcou para sempre. Iniciou-se em Outubro de 2009, com o Curso de Gestão e Produção de Cozinha, na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, que terminei Fevereiro 2011. Nesses 18 meses muitos momentos ficaram registados para sempre na minha memória. Refiro os chefes António Henriques e Inácio Brás, que em muito contribuíram para a minha formação e desempenho. Em Novembro 2010 fui o chefe responsável pela abertura do Restaurante Gostocom, na Quinta do Conde, onde permaneci um ano. Depois iniciei a minha aventura no estrangeiro, passando três meses em Luanda, com o chefe José Luís Diniz”. – Pedro Pereira, Chefe no restaurante Emilies, Trondheim, Noruega.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!