Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Pescado congelado quer exportar mais e aumenta produção

5 de Fevereiro de 2014

A indústria de congelados BeiraNova, que vende 30% dos seus produtos em mercados externos, vai ampliar as instalações com o objectivo de aumentar o volume de negócios em 2,5 milhões de euros nos próximos três anos e criar 15 postos de trabalho.

A câmara de Viseu – a marca está instalada na Zona Industrial de Coimbrões – deu esta quarta-feira, 5, autorização prévia ao projecto de expansão da unidade, que despachou em apenas cinco dias, segundo o jornal ‘Correio Beirão’

A empresa dedica-se à transformação e congelação de pescado e as vendas atingiram os 8,5 milhões de euros no ano passado, 30% dos quais conseguidos com exportações para mercados como a Alemanha, França, Inglaterra, Suíça, Luxemburgo, Angola, EUA, Canadá, Macau e Moçambique.

beiranova1

As novas instalações permitirão aumentar as exportações, duplicar a actual área de produção e quadruplicar a capacidade de armazenagem, “com um padrão de qualidade de referência no sector a nível europeu”, nomeadamente com novas linhas de embalamento e processamento de pescado.

A ampliação da unidade industrial da BeiraNova traduz-se num investimento de um milhão de euros.

A aprovação deste projecto foi uma das primeiras decisões acompanhadas pelo Gabinete do Investidor Municipal de Viseu.

“Este é um exemplo real do papel que os municípios podem e devem ter no desenvolvimento económico e na facilitação do investimento empresarial.

Em Viseu os investidores têm uma via verde e um ambiente amigo das empresas. Ganha a economia e o emprego”, disse o presidente da autarquia, Almeida Henriques, citado pelo ‘Correio Beirão’.

 

Comentários

comentários

Tagged with: , , ,

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!