Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Pêra Rocha: a fruta do Oeste conquistou o mercado brasileiro

1 de Setembro de 2013

A LusoPêra produz por ano dez mil toneladas de pêra rocha, 90% das quais colocadas em mercados externos como a Rússia, França, Marrocos e Brasil, que é o principal destino da conhecida fruta da região Oeste portuguesa.

director luso pera

João Alves, director do CPF/LusoPêra

A empresa “está clara e objectivamente vocacionada para o mercado internacional”. “O nosso mercado prioritário continua a ser o Brasil, mas estamos a encetar parcerias para apostar nos mercados do Norte da Europa e da Ásia”, revelou ao site Saldo Positivo João Alves, director e um dos produtores de pêra rocha do Oeste do Centro de Produção e Comercialização de Produtos Hortofrutícolas/LusoPêra.

A conquista do mercado brasileiro começou em 1991, com o envio de 50 toneladas de pêra rocha. O sucesso foi de tal ordem que no ano seguinte foram exportadas 160 toneladas.

Para dar resposta à crescente procura os produtores criaram, em 1997 e 2001, as empresas Centro de Produção e Comercialização de Produtos Hortofrutícolas e LusoPêra.

A pêra rocha é comercializada no Brasil com as marcas Aurora, Sabor, Carmen e Pyrus, por forma a dar resposta aos diferentes nichos de mercado, sobretudo da classe média-alta e é vendida acima do preço médio do mercado da fruta.

O Centro de Produção e Comercialização de Produtos Hortofrutícolas é responsável pela produção da fruta, enquanto a LusoPêra é a face visível da pêra rocha do Oeste.

Os 10 produtores envolvidos no projecto são responsáveis por uma área de 250 hectares de pomares no concelho do Bombarral e outros municípios da região.

O objectivo principal dos produtores é “tentar entrar em mercados onde a pêra rocha ainda não é muito conhecida”, como revelou João Alves, director do CPF/LusoPêra, ao site Saldo Positivo.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!