Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

‘Montanhas Mágicas’ certificadas como sustentáveis (com vídeo)

10 de Setembro de 2013

O projecto Montanhas Mágicas vai receber em Bruxelas o certificado de destino de turismo sustentável atribuído pela Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais (Europarc), no âmbito da Carta Europeia de Turismo Sustentável, revelou esta terça-feira a Associação para o Desenvolvimento Rural Integrado das Serras do Montemuro, Arada e Gralheira (ADRIMAG).

As Montanhas Mágicas abrangem uma vasta área geográfica dos municípios de Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Cinfães, São Pedro do Sul, Sever do Vouga e Vale de Cambra.

Nesta área inserem-se as serras da Freita, Arada e Montemuro, os rios Paiva e Vouga, e o Arouca Geopark, sítios classificados da Rede Natura 2000.

Nos últimos 20 anos a ADRIMAG, em parceria com os sete municípios seus associados, tem desenvolvido um conjunto de projectos e acções de preservação e valorização dos recursos naturais e culturais do território, e criado condições favoráveis ao seu desenvolvimento turístico sustentável.

A associação tem apostado na criação de infra-estruturas turísticas, percursos pedestres, museus e centros de interpretação ambiental, unidades de Turismo no Espaço Rural, restaurantes, parques de lazer, recuperação de património rural construído, apoio às artes, ao artesanato, e à produção e comercialização de produtos agro-alimentares, e na dinamização destes recursos através de acções de animação, promoção e divulgação.montanhas magicas

A certificação das Montanhas Mágicas como destino de turismo sustentável constitui para a ADRIMAG “um importante reconhecimento do valor dos recursos naturais e culturais do território e do esforço que tem vindo a ser feito para os preservar e valorizar”.

“Em simultâneo, a atribuição deste galardão compromete os actores locais, públicos e privados, na organização conjunta da oferta turística e no respeito pelos princípios de sustentabilidade ambiental, económica, social e cultural que devem estar subjacentes ao processo de desenvolvimento turístico sustentável deste território”, destaca a associação em comunicado.

A preparação da candidatura demorou um ano, durante o qual os parceiros definiram uma estratégia de desenvolvimento turístico sustentável e um plano de acção para cinco anos para cumprir a Carta Europeia de Turismo Sustentável.

O certificado é entregue a 6 de Novembro, em Bruxelas. A Europarc engloba 107 parques em 13 países.

 

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!