Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Medicamento português conquista Japão

11 de Maio de 2013

A Bial assinou um contrato de licenciamento exclusivo com a empresa japonesa Ono para o desenvolvimento e comercialização no Japão de um novo tratamento para a doença de Parkinson, o Opicapone, o segundo fármaco criado de raiz pela farmacêutica portuguesa.

A empresa, fundada em 1924, tem na investigação de soluções terapêuticas a base da sua expansão internacional, possuindo hoje produtos em mais de 50 países. A cada ano que passa investe 40 milhões de euros em Investigação&Desenvolvimento (I&D).

Esta é a primeira vez que a companhia concretiza um acordo de licenciamento para o Japão, o terceiro maior mercado farmacêutico, depois dos EUA e da União Europeia.bial

“É um momento histórico e significativo para a Bial e de grande satisfação para toda a nossa equipa. Fomos capazes de criar e desenvolver um segundo medicamento de investigação própria, confirmando as nossas capacidades científicas e técnicas, e criando confiança na sustentabilidade do nosso projecto de I&D”, afirma António Portela, presidente executivo da empresa.

O responsável adianta que a companhia deve agora “concentrar-nos em encontrar os parceiros ideais para os EUA e a Europa”.

O Opicapone encontra-se na última fase de ensaios, que termina no início de 2014, a ser desenvolvido como terapêutica adjuvante da levodopa, um fármaco de maior eficácia na terapêutica sintomática da doença de Parkinson.

antonio portela bial

António Portela, presidente executivo da Bial

Quando estiverem finalizados os testes, segue-se o registo junto das autoridades regulamentares e a posterior aprovação para introdução no mercado, que poderá acontecer em 2015.

A doença de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central caracterizada pela presença de bradicinesia (lentificação dos movimentos), trémulo, rigidez muscular e alterações posturais.

No Japão há 141 mil doentes e o mercado nesta área é de 600 milhões de euros (22% do mercado mundial). Em Portugal há 20 mil doentes.

O Opicapone é o segundo produto de investigação da Bial a ser licenciado. Em 2009 começou a comercialização do Zebinix, para o tratamento da epilepsia, disponível em 17 mercados europeus, entre os quais o Reino Unido, Alemanha, França, Espanha e Portugal.

 

Comentários

comentários

Tagged with: , , , ,

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!