Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Marca que ajuda empresas investe em Moçambique

5 de Março de 2014

A portuguesa GSTEP abriu o primeiro escritório fora do País, em Maputo, com o objectivo de gerir as oportunidades de negócio em Moçambique e na África do Sul, um investimento de 250 mil euros num mercado onde prevê facturar meio milhão de euros até ao final do ano.

A área internacional da empresa especialista nas áreas de Business Intelligence e Enterprise Performance Management, representa 20% do negócio e deverá atingir os 25% em Dezembro. O objectivo a curto prazo é que represente 50% na facturação.

A marca tem projectos a decorrer na Europa Central, Moçambique, Angola e África do Sul.

Ao nível de clientes, a GSTEP Moçambique tem experiência no sector mineiro e abordará áreas nas quais desenvolve projectos noutros países, como banca e seguros, e administração púbica.gstep1

“A abertura do escritório em Moçambique resulta de um investimento de largos anos neste mercado e é a consequência natural de um conjunto de oportunidades e clientes que gerimos no território. Este reforço da estratégia internacional é um passo essencial na consolidação de uma relação mais próxima dos centros de decisão dos nossos clientes, num mercado que deverá registar um crescimento anual de 8% durante os próximos anos”, explica Carlos Cardoso, director executivo da GSTEP.

O negócio em Moçambique atingiu 10% da actividade global da marca no ano passado, mas “Portugal é e continuará a ser o principal mercado”. “Esperamos manter o ritmo de crescimento do volume de negócios, que é significativo, acima dos dois dígitos percentuais. No entanto, a percentagem do negócio internacional pode ser muito maior, pelo que entendemos que a consolidação da empresa só se pode fazer com um equilíbrio dos mercados doméstico e internacional”, adianta Carlos Cardoso.

A empresa, com sede em Oeiras, atingiu um volume de negócios de dois milhões de euros no ano passado e tem 30 colaboradores. Actua nas áreas da banca, seguros, saúde, indústria, construção civil, transportes e logística, distribuição e administração pública.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!