Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Marca de sapatos nasce em conversa à mesa de café

31 de Outubro de 2013

A Cohibas surgiu na década de 1990, numa conversa à mesa de um café entre dois amantes de charutos e profundos conhecedores de calçado – desde 1942 que a fábrica de calçado Evereste existe e está nas mãos da família de João Fernandes, que a fundou.

Naquele instante, os sócios-gerentes Joaquim e Manuel Fernandes, de 68 e 84 anos, imaginaram as tendências, as cores, os modelos e a necessidade crescente de exclusividade e personalização. E nasceu a Cohibas, uma marca reconhecida internacionalmente, que exporta 65% do volume de negócios.

A marca está nos mercados de Angola, Moçambique e Africa Sul há muitos anos e aponta agora ao Brasil, China e India. Tem ainda uma rede de representantes em França, Bélgica, Holanda, Alemanha, Espanha e Russia.cohibas

A colecção Cohibas é composta por três grandes segmentos: urbano/desportivo, clássico renovado e em 2011 foi lançada a primeira colecção de senhora, sobretudo sapatos rasos, que representa 5% da actividade da Evereste.

A Evereste, para além da produção e comercialização de marcas próprias, é um parceiro produtivo para marcas internacionais em private-label. Este tipo de clientes/parceiros permite-lhe quotas de produção altas durante todo o ano, evitando a quebra habitual entre estações. Estes parceiros em private-label representam 30% da produção anual.

O mercado internacional é uma aposta ganha, lançada em 1998, mas o mercado nacional nunca foi esquecido, pois a empresa tem uma forte relação com o comércio nacional, que antes da crise económica representava 70% dos consumidores finais.

 “Terceira geração continua trabalho com muito amor”

“A fábrica de calçado Evereste é uma empresa familiar, na terceira geração, que fabrica sapatos de homem com muito amor. Os valores passados de geração em geração levam quem está à frente da empresa a colocar o sentimento nas acções para honrar os valores que sempre a regeram.

cohibas

André Fernandes, gestor de marketing

O nosso dia a dia é passado a desenvolver questões dos mais diversos quadrantes, por sermos uma industria transformadora, que depende da qualidade e serviço dos seus fornecedores, bem como a dinâmica e desenvoltura dos clientes.

A nível institucional foi escolhida como parceiro estratégico da Câmara Municipal de S. João da Madeira, como interveniente nos circuitos de Turismo Industrial. Qualquer pessoa ou grupo pode visitar-nos e perceber como é feito um par de sapatos, devidamente acompanhado por guias especializados.

Este é um projecto que a Evereste abraçou com força porque, para além de podermos abrir a empresa à sociedade – impensável há poucos anos -, valorizamos a profissão dos nossos colaboradores e contribuímos para que seja reconhecida como uma arte, retirando a carga negativa que a palavra sapateiro por vezes carrega.

Deste projecto nasceram outros, como um quarto personalizado da Evereste no Hotel WR, no âmbito dos circuitos do Turismo Industrial, em S. João da Madeira”. – André Fernandes, gestor de marketing.

Evereste/Cohibas 

Sede: João da Madeira

Sector de atividade: indústria de fabricação de calçado de couro e pele

Data de fundação: 18/02/1942

Trabalhadores: 60

Volume de Negócios: 4 milhões de euros

Volume de Negócios na Exportação: 2,5 milhões de euros

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!