Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Cortiça investe 7,2 milhões em promoção em nove mercados

25 de Fevereiro de 2014

A Associação Portuguesa da Cortiça (Apcor) vai investir 7,2 milhões de euros em promoção em mercados de continuidade como a Alemanha, EUA, Canadá, França, Itália e China e em novos mercados como o Brasil, a Suécia e Dinamarca.
O projecto InterCork II – Promoção Internacional da Cortiça é financiado em 80% pelo programa Compete (Programa Operacional Temático Factores de Competitividade) e 20% pelos associados da Apcor, e visa promover o produto em nove mercados internacionais.
O InterCork II é a sexta campanha de comunicação desenvolvida desde 1999 e dá continuidade às acções já executadas. Na Alemanha e EUA será desenvolvida uma campanha para a promoção de rolhas e de materiais de construção, e nos restantes o alvo são as rolhas de cortiça.cortiça
A campanha está focada no consumidor e líderes de opinião, uma vez que os primeiros continuam a ser os maiores aliados da cortiça – como demonstrado nos estudos realizados no InterCork I onde, em média, 83% dos consumidores preferem a cortiça; e os segundos, porque continuam a ser os principais influenciadores junto das caves, supermercados e mesmo dos consumidores.
“O reconhecimento de uma fileira única a nível mundial, da grande evolução e inovação gerada, quer nos produtos mais tradicionais como as rolhas, quer nas mais variadas aplicações em distintos sectores, tem de ser alicerçada numa política de comunicação continua e consistente. O Intercork II irá permitir-nos solidificar a preferência e reconhecimento dos consumidores pelos produtos de cortiça e dessa forma acrescentar valor aos nossos clientes, com principal relevância para o mundo do vinho”, refere o presidente da Apcor, João Rui Ferreira
“A campanha visa, no fundo, dar continuidade ao excelente trabalho de promoção e valorização internacional da cortiça e produtos a ela associados, como ex-líbris da nossa produção nacional”, considerou o ministro da Economia, António Pires de Lima no lançamento do projecto, em Santa Maria da Feira.
O sector registou um crescimento médio de quase 5% ao ano entre 2009 e 2013. O objectivo é passar dos 850 milhões de exportações atingidos em 2012 para os mil milhões de euros no final do próximo ano.
O InterCork I investiu 21 milhões de euros em 12 mercados e arrecadou diversos prémios em 12 países.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!