Veja Portugal

Hotel Lis - Baixa

Alentejo quer aumentar exportações

2 de Julho de 2013

O projecto “Alentejo 2015 exportar +” tem como objectivo central aumentar o número de empresas exportadoras e o volume de negócios internacional da região alentejana, através, por exemplo, da realização de acções de colaboração sectoriais para a internacionalização e da identificação e caracterização de mercados no estrangeiro.

Alentejo 2015 exportar +

Sessão de apresentação, em Beja, do projecto “Alentejo 2015 exportar +”

Esta iniciativa, recentemente apresentada em Beja, é uma parceria entre a Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral, o Núcleo Empresarial da região de Évora e o Núcleo Empresarial da Região de Portalegre, envolve 57 municípios e pretende ter pelo menos 30 empresas a exportar mais do que hoje até 2015.

A acção está centrada nas pequenas, médias (PME) e micro empresas, aquelas que têm mais dificuldade em internacionalizar-se e um dos objectivos é que consigam ter acesso aos mesmos mercados que as empresas de maior dimensão. Por outro lado, pretende atrair investidores para a região.

O projecto “Alentejo 2015 exportar +” prevê um investimento de 620 mil Euros, financiado pelo Programa Operacional INalentejo.

Em preparação estão diversas acções, como “workshops” sobre internacionalização, destinados a empresas e 18 acções exploratórias internacionais para identificar mercados de destino para sectores, fileiras e produtos do Alentejo identificados como prioritários.

O Alentejo é a segunda região menos exportadora do Continente, tem apenas 7% das empresas do País. A maioria concentra-se nos sectores do comércio e da agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca. A percentagem de empresas do sector agrícola é substancialmente superior à média nacional.

 

Comentários

comentários

Login para a tua conta

Não te recordas da tuaPassword ?

Registar neste site!